ABCO - Associação Brasileira de Consultores

Está em transição de carreira? Você já pensou em ser consultor? Onde você estará daqui a um ano? CRA RJ palestra 17 de abril 2019

Data/Hora
17 de abril de 2019 (quarta-feira)
18:30 – 20:30

Localização
Auditório do CRA-RJ
Rua Professor Gabizo, 197 – Tijuca

Incrições
https://cra-rj.adm.br/esta-em-transicao-de-carreira/
 
Palestrante
Luiz Affonso Romano – Consultor organizacional há quatro décadas, coach para desenvolvimento em consultoria, instrutor dos cursos de Desenvolvimento de Consultores- presencial e Online, , conferencista, colunista do site Administradores.com, do boletim “Ouvimos por aí”, articulista no Linkedin.., na mídia impressa. Coordenador da pesquisa “Perfil das Empresas de Consultoria no Brasil”- 2012/2018. CEO do Laboratório da Consultoria. www.laboratoriodaconsultoria.com.br Presidente da Associação Brasileira de Consultores (ABCO) www.abco.org.br.

Breve descrição do tema
Apresentar, discutir aspectos conceituais, metodológicos e éticos relacionados à prática da consultoria e comparativos da pesquisa Perfil das Empresas de Consultoria no Brasil. Público alvo:
 
  • Profissionais com experiência profissional setorizada que pretendem exercer a carreira de consultor organizacional;
  • Profissionais que atuam em empresas de recolocação profissional que desejam ampliar a sua atuação na orientação de carreira de seus clientes, mostrando a opção de consultoria; Profissionais que desejam estabelecer carreira profissional em paralelo às suas atividades profissionais atuais;
 
 
Luiz Affonso Romano
Consultor, coach para desenvolvimento em consultoria, professor e coordenador da pesquisa Perfil das Empresas de Consultoria no Brasil.

28º Café com Consultores da ABCO - Porto Alegre

Está em transição de carreira?

Você já pensou em ser consultor?
 
A consultoria é uma atividade em que não há tédio, pela alternância de trabalhos e clientes, nem prazo de validade.
 

O que é e o que não é consultoria

O que é?
 
Consiste em serviços temporários e interativos prestados por consultores profissionais, independentes e externos, que amparam o acionista, o conselho, a diretoria, a gerência.
 
As 6 principais tarefas do consultor são:
 
1 – prevenir/corrigir problemas, identificar/perceber, analisar e interpretar o “real problema”
2 – elaborar, com o cliente, diagnósticos
3 – buscar opções adequadas
4 – acompanhar a implantação da solução mais apropriada
5 – despertar para novas oportunidades e
6 – enxergar ameaças à empresa-cliente.

Corre-se o risco de se resolver bem... a questão errada

Olá, Adalberto, como vai? Preocupou-me no almoço de fim de ano o seu chamamento: “...a saída é a privatização. Temos que ser célere em relação a ela! E disseminá-la como modelo para todas as organizações!”. Como se fosse panaceia para todos males.
 
Creio que, por sermos da mesma geração e por termos escolhido os mesmos caminhos das organizações – você operando como executivo, e eu, consultor – reunimos um sem número de casos vividos, que não corroboram a assertiva pró-privatização em todo e qualquer caso.
 
O sucateamento dos nossos hospitais, das escolas, das estradas, das ferrovias, de parte das empresas, não se deu porque são públicas e, sim, porque politizadas, foram abandonadas por nós que deixamos de frequentá-las e, em consequência, zelar por elas, boas, as melhores, quando amiúde convivíamos.